top of page
  • Foto do escritortechimpexlogistics

Recuperação do Comércio Internacional e Sustentabilidade em 2024

O cenário do comércio internacional está passando por uma recuperação notável em 2024, impulsionado por uma série de fatores econômicos e ambientais. A crescente demanda por bens sustentáveis, como veículos elétricos, tem sido um dos principais motores dessa retomada. Além disso, políticas governamentais favoráveis e práticas sustentáveis estão contribuindo para um comércio global mais dinâmico e responsável. Vamos explorar os principais aspectos dessa recuperação e seus impactos para as empresas e a economia global.

Aumento da Demanda por Bens Sustentáveis

A procura por produtos sustentáveis, especialmente veículos elétricos, tem crescido exponencialmente. Esse crescimento é alimentado por consumidores mais conscientes e políticas governamentais que incentivam a produção e o consumo de tecnologias verdes. Em 2023, as exportações de veículos elétricos aumentaram em 60%, e essa tendência continua forte em 2024, contribuindo significativamente para a recuperação do comércio internacional.

Políticas Governamentais de Suporte

Governos ao redor do mundo estão adotando políticas que promovem a sustentabilidade e o crescimento econômico. A União Europeia, por exemplo, está implementando medidas rigorosas para garantir práticas comerciais mais éticas e ecológicas. Essas políticas incluem supervisão detalhada e penalidades para empresas que não cumprirem as diretrizes, com foco em melhorar a rastreabilidade e assegurar práticas éticas ao longo de toda a cadeia de suprimentos.

Modernização dos Acordos de Livre Comércio

Outro fator que impulsiona a recuperação do comércio internacional é a modernização dos acordos de livre comércio. Em junho de 2024, o Chile e os membros da Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA) assinaram um protocolo para modernizar seu acordo de livre comércio. As novas disposições incluem aspectos como desenvolvimento sustentável, serviços financeiros, pequenas e médias empresas (PMEs) e e-commerce.

Impactos Econômicos Positivos

O Banco Mundial projeta que a economia global se estabilize pela primeira vez em três anos em 2024, com um crescimento esperado de 2,6%. Esse crescimento é impulsionado por uma recuperação gradual e pela queda da inflação, permitindo que os bancos centrais reduzam as taxas de juros. A estabilização econômica é crucial para apoiar o crescimento do comércio internacional e criar um ambiente de negócios mais previsível e seguro.

Desafios e Oportunidades nas Cadeias de Suprimentos

Apesar dos sinais positivos, a recuperação do comércio internacional enfrenta desafios. A crise no Mar Vermelho e os conflitos no Oriente Médio estão causando atrasos e aumentando os custos de envio para alguns setores. No entanto, esses desafios também oferecem a oportunidade de fortalecer as cadeias de suprimentos globais e reduzir a dependência de rotas comerciais vulneráveis.

Investigação de Dumping pelo Brasil

O Brasil iniciou uma série de investigações sobre alegações de dumping de produtos industriais pela China, em resposta ao aumento significativo de importações de produtos baratos do país asiático. Este movimento visa proteger a economia local e assegurar condições de concorrência justa para as indústrias brasileiras.


 

A recuperação do comércio internacional em 2024 apresenta tanto oportunidades quanto desafios. A crescente demanda por bens sustentáveis, impulsionada por políticas governamentais favoráveis, está promovendo um comércio global mais dinâmico e responsável. Empresas que investem em tecnologias verdes estão bem posicionadas para se beneficiar dessa recuperação, enquanto a modernização dos acordos de livre comércio e a estabilização econômica global proporcionam um ambiente de negócios mais estável. No entanto, é essencial continuar monitorando e adaptando as cadeias de suprimentos para enfrentar os desafios emergentes e garantir a resiliência e a eficiência das operações comerciais.


Essas tendências destacam a importância de práticas sustentáveis e políticas favoráveis para a recuperação e o crescimento do comércio internacional em 2024.




 

Fontes:

UNCTAD

World Economic Forum

Financial Times

Banco Mundial




1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page